segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Quem não gosta de samba, bom sujeito não é

No dia dois de dezembro de 1962 se encerrava o I Congresso Nacional do Samba, encontro que teve como presidente o folclorista Edison Carneiro e contou com a presença de nomes de peso como Ari Barroso, Aracy de Almeida e Almirante.

Embora não seja feriado, o 2 de dezembro tem se consolidado como a data que marca a expressão musical brasileira por excelência e há um movimento para convertê-la em data oficial nacional.

Enquanto isto não acontece, o povo celebra o samba da melhor maneira que há: em animadas rodas de amigos, com muita ginga e alegria.


Fazer samba é a melhor maneira de fazer amigos.

Samba, choro, batucada ... Cabe de tudo um puco dentro de uma boa roda.