quarta-feira, 26 de março de 2014

Capital dos gaúchos completa 242 anos - Porto Alegre - RS

A história de Porto Alegre começa bem antes, mas a data de 26 de março de 1772 foi escolhida por ter sido quando o povoado conhecido como Porto de Viamão foi elevado a freguesia, passando a se chamar Freguesia de São Francisco do Porto dos Casais.

Centro da cidade com o Cais do Porto em primeiro plano.

O nome Porto dos Casais é uma referência aos imigrantes açorianos trazidos ao sul do Brasil pela coroa portuguesa com o intuito de povoar a região.

Apesar dos problemas típicos de uma grande cidade, Porto Alegre possui excelentes níveis de qualidade de vida, tendo sido apontada três vezes pela ONU como a metrópole de melhor qualidade de vida no Brasil e por ter o melhor Índice de Desenvolvimento Humano - IDH entre as capitais nacionais.

Avenida Borges de Medeiros.

Hoje enfrenta um surto de crescimento imobiliário, tanto horizontal quanto vertical, que se constitui num desafio no que diz respeito a infra-estrutura sanitária e a capacidade de absorver o aumento populacional. Mas, apesar do antigo povoado ter se convertido nesta metrópole, Porto Alegre ainda mantém em seus bairros muito da vida interiorana e dos costumes dos vários povos que se uniram para construí-la.


Rua da Praia, aquela que não tem praia ...

Teatro São Pedro, Esquina Democrática, Brique da Redençao, Rua da Praia ... São tantas referências geográficas e afetivas que as vezes fica difícil falar sobre elas. Então, só nos resta apelar aos versos de Mário Quintana, o poeta que melhor descreveu o sentimento de viver Porto Alegre!

Olho o mapa da cidade
Como quem examinasse
A anatomia de um corpo...
(É nem que fosse meu corpo!)
Sinto uma dor esquisita
Das ruas de Porto Alegre
Onde jamais passarei...
Há tanta esquina esquisita
Tanta nuança de paredes
Há tanta moça bonita
Nas ruas que não andei
(E há uma rua encantada
Que nem em sonhos sonhei...)
Quando eu for, um dia desses,
Poeira ou folha levada
No vento da madrugada,
Serei um pouco do nada
Invisível, delicioso
Que faz com que o teu ar
Pareça mais um olhar
Suave mistério amoroso
Cidade de meu andar
(Deste já tão longo andar!)
E talvez de meu repouso...

Veja um pouco mais de Porto Alegre visitando o álbum que preparamos com fotos publicadas aqui no blog e outras ainda inéditas. Para ver o álbum de fotos, clique aqui.