domingo, 2 de março de 2014

Terreirada Cearense - Rio de Janeiro - RJ

Ontem foi dia de conferir a Terreirada Cearense na Praça Paris. O bloco é do tipo concentra mas não sai e atraiu uma multidão de foliões fantasiados e dispostos a se divertir. O diferencial do bloco é justamente tocar numa praça, fazendo do carnaval um ponto de encontro para todos. Como não há desfile e a praça é bastante arborizada, diversos casais com bebês aproveitaram para curtir o carnaval com os pequenos.

Um multidão se reuniu para curtir o Terreirada Cearense.

O E.T. faz tanto sucesso que não quer mais voltar para casa.


Até a Frida Kahlo apareceu!

Animação em grupo!

Há mais de uma forma de encontrar o nirvana ...

A festa estava ótima, mas infelizmente há uma questão que precisa ser levantada. A Praça Paris é um local que abriga diversas esculturas e obras de arte, além de ter um projeto paisagístico que precisa ser preservado. Ou seja, não é um local adequado para reunir uma multidão.


A praça não foi preparada para receber os foliões.

Normalmente a praça conta com a presença da Guarda Municipal para fazer o policiamento, mas ontem por volta das 15h30 a viatura da Guarda se retirou, deixando o local entregue aos foliões. Além disso, não foi realizado o cercamento das estátuas, monumentos e obras de arte presentes no local. O resultado disto é que algumas pessoas acabaram subindo nas estátuas, entrando no lago e fazendo todo tipo de coisa que não deve ser feito com o patrimônio público.


Alguns foliões entraram na água para aliviar o calor.

Outro problema gravíssimo é que não foram instalados banheiros químicos. O resultado previsível foi o surgimento do Bloco dos Mijões, que deixou sua marca em todos os cantos  da praça.


Integrante do Bloco dos Mijões não se intimidou com a falta de privacidade.

O Bloco dos Mijões podia ser visto em toda parte.
É realmente uma pena que o brilho de uma festa tão bonita tenha sido ofuscado por pessoas que não tem um mínimo de civilidade para se comportar em público e pelo descaso da Prefeitura que não providenciou a infraestrutura necessária.