quarta-feira, 9 de abril de 2014

E com vocês: nós, os animais!


Meninas de Paquetá.

Animais todos nós somos, mas estes aqui são para lá de especiais.

Alguns afirmam, que o que nos difere dos outros animais é a cultura. Já para outros, a inteligência, o ser político, e para maioria a linguagem (simbologia).
Isto tudo, a nosso ver não importa. O importante é amá-los, assim como podemos amar outros animais; humanos.
Desta forma, separamos alguns momentos únicos que tivemos ao lado destas adoráveis criaturinhas.


Devagar se vai longe.
Hora do lanche!
Quem pegou minha noz?
Aham!
A espreita
Acima de tudo, a família!
A sua espera.
Foi alguma coisa que eu disse?!
Xis!
O Mascarado.
Que soninho!

(...) os animais não pensam (são destituídos da parte racional da alma), mas têm experiências sensoriais na medida em que são dotados da parte sensitiva da alma, alma!