quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Especial Dia da Consciência Negra - As Capulanas de Maputo - Moçambique

Em homenagem ao Dia da Consciência Negra segue um post sobre a África, berço dos escravos que tanto contribuíram com seu trabalho para a construção material do Brasil e que enriqueceram vários aspectos da vida brasileira também no plano imaterial. Cultura, espiritualidade, culinária, vestuário e vocabulário são apenas algumas das áreas que receberam importantes contribuições dos povos africanos.

Com relação a usos e costumes, há uma contribuição em especial que despertou minha atenção já em 2004 - ou seja, muito antes de criar este blog. Gastando sola em Maputo, capital de Moçambique, fiquei impressionado com o jeito simples e ao mesmo tempo elegante de vestir das moçambicanas. E isto era - e continua sendo - feito a partir de uma única peça de tecido sem costura, o qual é dobrado e enrolado sobre o corpo ou a cabeça para criar o efeito desejado. Era a tal da Capulana.

Capulanas


Embora adotada em outras partes da África, a Capulana é tipicamente moçambicana e é considerada quase que um patrimônio nacional. Ocupa posição de destaque tanto no plano econômico - por ser geradora de renda de várias formas, quanto na vida da população, que necessita dela para seus afazeres cotidianos e cerimoniais. Prova disto é que no final de setembro deste ano ocorreu na cidade de Pemba o Primeiro Festival Mundial da Capulana, com desfiles de moda e apresentações de danças tradicionais.

Mulheres moçambicanas com suas saias de capulana.
Mozambican women with their capulana skirts.
As dimensões podem variar, mas uma boa capulana deve ter aproximadamente 180x110cm para que possa cobrir confortavelmente o corpo e permitir alguma customização. Normalmente é utilizada pelas mulheres, enrolada na altura da cintura para formar uma saia, mas os homens também começaram a usar. No caso deles, utilizam-se duas capulanas costuradas formando uma túnica ou uma dobrada ao meio como uma bata.

Estampas


As estampas são um capítulo a parte. É comum encontrar padronagens vistosas, com cores alegres e contrastantes, as quais são preferidas para ocasiões especiais. Para o dia a dia a preferência recai sobre padronagens mais simples e discretas. Os desenhos costumam retratar elementos da flora e da fauna moçambicanas, mas podem - e são! - utilizados para divulgação de produtos ou demonstrar apreço a figuras públicas como Josina Machel (ativista moçambicana), Guebuza (atual presidente) e artistas locais.
Em tempos de disputas eleitorais é comum que os candidatos distribuam capulanas estampadas com seu retrato e slogans de campanha, assim como são distribuídas camisetas no Brasil.



Cores vibrantes e padronagens elaboradas dão um toque especial as capulanas.
Vibrant colors and elaborate patterns add a special touch for capulanas.

Elementos da natureza costumam estar presentes nas estampas.
Elements of nature are usually present in the prints.


Usos


Versátil ao extremo, uma capulana é bem mais que um pedaço de pano que se amarra à cintura. Enrolada na cabeça vira um turbante, sobre os ombros um xale, envolvendo o rosto um véu. Trespassada sobre o ombro, funciona como uma sacola que comporta tudo: desde as compras do mercado até o resultado da colheita. Isto sem falar que é desta forma que os bebês moçambicanos são transportados para todo lado, acompanhando suas mamães sem atrapalhar-lhes os movimentos.



Mãe e filho a caminho do mercado.
Mother and son on the way to market.


Moçambicanas em trajes típicos observam o trajar pouco convencional das européias.
Mozambican ladies observe women dressing European clothes.


Capulanas no Brasil


A cultura brasileira tem forte influência em Moçambique, principalmente no que diz respeito ao gosto por novelas. Aos poucos o modo de falar brasileiro vai se incorporando ao português moçambicano (mais próximo do falado em Portugal) a tal ponto que alguns intelectuais moçambicanos começaram a reclamar do abrasileiramento da juventudo do país. Seja como for, Moçambique também exerce sua influência sobre terras brasileiras no quesito moda com a importação de capulanas, as quais tem sido muito bem aceitas por aqui. Devido a crescente valorização da origem africana de boa parte da população, temas que remetem a África tem boa receptividade e com as capulanas não podia ser diferente. Aqui, as alegres estampas moçambicanas são utilizadas na confecção de vestidos, blusas, lenços e tudo mais que a fértil imaginação dos estilistas produzir.


Vendedores de artesanato africano expõem capulanas na Feira do Rio Antigo.
African crafts vendors expose capulanas at Fair of  Rio Antigo.


Capulanas from Maputo - Mozambique


In honor of the Black Consciousness Day follows a post about Africa, land of the slaves who both contributed their work to the construction of Brazil and enriched many aspects of Brazilian life also in the immaterial plane. Culture, spirituality, food, clothing and vocabulary are just some of the areas that received significant contributions of African peoples.

With regard to uses and customs, there is a contribution in particular that piqued my attention back in 2004 - that is, long before creating this blog. Living in Maputo, capital of Mozambique, I was impressed with the simple way and at the same time elegant dressing of the local ladies. And it was - and still is - made ​​from a single piece of seamless fabric which is folded and wrapped about the body or head to create a desired effect. It is the Capulana.

Capulanas



Although adopted in other parts of Africa, Capulana is typically Mozambican and is considered almost a national asset. Occupies a prominent position both on the economic - generating income in various ways, as in the lives of people who need it for their daily chores and ceremonial. Proof of this is that at the end of September this year occurred in the city of Pemba the First World Festival of Capulana with fashion shows and presentations of traditional dances.

Dimensions vary, but a good capulana should be approximately 180x110cm so you can comfortably cover the body and allow some customization. Is typically used by women, wrapped around the waist to form a skirt, but men also have started using. In their case, they use two stitched capulanas forming a tunic or folded in half like a T-shirt.

Prints



It is common to find patterns showy, with bright colors and contrasting, which are preferred for special occasions. For day to day the preference is for simple and discreet prints. The drawings often depict elements of flora and fauna in Mozambique, but can - and are! - used to advertise products or show appreciation to public figures as Josina Machel (Mozambique activist), Guebuza (current president) and local artists.
In times of electoral disputes is common that candidates distribute capulanas emblazoned with his portrait and campaign slogans as well as t-shirts are distributed in Brazil.

Uses



Versatile to the extreme , one capulana is much more than a piece of cloth that is tied to the waist . Wrapped around her head turns a turban , a shawl over her shoulders , involving the face, a veil . Crossed on the shoulder , works as a bag that holds everything, from goods of the market until the outcome of the harvest . Not to mention that this is how babies Mozambicans are transported everywhere, watching their moms without disrupting their movements .


Capulanas in Brazil



The Brazilian culture has a strong influence in Mozambique , especially with regard to the passion for soap opera. Gradually the Brazilian way of speaking will be changing the Mozambican Portuguese ( closest to the portuguese spoken in Portugal ) to the point that some intellectuals began to complain of the influence of Brazil over young Mozambicans. Anyway, Mozambique also exerts its influence on Brazil in the issue fashion with importing capulanas, which has been very well accepted here. Due to the growing appreciation of the African origin of much of the population, issues that refer to Africa has good reception and the capulanas could not be different. Here, the Mozambican cheerful prints are used in the making of dresses , blouses , scarves and all that the fertile imagination of the designers produce .